Aline Torres, secretária municipal de Cultura de São Paulo e ativista negra
Previous
Next

Quem é Aline Torres?

Aline Torres nasceu em São Paulo, é relações públicas, ativista negra, gestora de projetos culturais e secretária da Cultura da cidade de São Paulo.

É graduada em Relações Públicas e pós-graduada em Gestão de Projetos Culturais pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo. Trabalhou em conjunto da sociedade civil com ações que promovem a inclusão social com mulheres, negros e homossexuais. Ministrou cursos e palestras com temáticas ligadas à cultura, juventudes e Gestão de Projetos Culturais.

Foi diretora geral do Centro Cultural da Juventude Ruth Cardoso, maior centro de políticas públicas de juventude da América latina, realizando o planejamento e identificação de oportunidades para as juventudes através da cultura.

Na TV Cultura, desenvolveu projetos para a nova programação da TV, como TerraDois – que recebeu o Prêmio APCA 2017 de Melhor Programa de TV – através de leis de incentivo e lei do audiovisual.

Pesquisou a transformação cultural do racismo e atuou em coletivos de juventude negra, dentre eles, a UNEGRO e o Coletivo Juventude Negra de São Paulo, com o intuito de despertar questões raciais em espaços de poder e promover a inclusão, através de políticas públicas e leis de incentivo à cultura capacitando jovens e despertando o potencial adormecido deles.

Foi em 2018, a primeira candidata a deputada federal, mulher e negra do PSDB. Em 2020, foi candidata a vereadora da cidade de São Paulo pelo MDB.

Em agosto de 2021, tomou posse como secretária municipal de Cultura da cidade de São Paulo. Na Pasta, tem desenvolvido políticas públicas como a instalação de estátuas de personalidades negras em locais públicos e ampliação da Escola Municipal de Iniciação Artística (EMIA) em bairros da periferia de São Paulo